sexta-feira, 18 de abril de 2014

Roxette

Roxette é uma dupla de música pop rock sueca formada por Marie Fredriksson e Per Gessle. A dupla alcançou sucesso mundial entre o fim dos anos 1980 até meados da década de 1990, período em que tiveram dezenove singles no top 40 do UK Singles Chart e quatro singles #1 nos Estados Unidos: "The Look", "Listen to Your Heart", "It Must Have Been Love" e "Joyride" . Além disso a dupla foi certificada pela Recording Industry Association of America (RIAA), com dois álbuns de platina — Look Sharp!, de 1988 (lançado nos Estados Unidos em 1989) e Joyride, de 1991, bem como dois singles de ouro — "The Look" e "It Must Have Been Love". Ao longo de mais de vinte anos de carreira, o Roxette vendeu mais de 75 milhões de álbuns e 25 milhões de singles no mundo todo.

História

Formação

Na época que os cantores/compositores Per Gessle e Marie Fredriksson uniram-se para formar o Roxette, ambos eram artistas de sucesso na Suécia. Eles se conheceram em 1979, atuando em bandas distintas. Gessle era integrante de uma das mais populares bandas suecas, o Gyllene Tider, enquanto Marie trabalhava nos menos bem sucedidos Strule Mamas Barn, antes de ambos embarcaram em carreiras solo. Em 1981, Marie cantou pela primeira vez com Gyllene Tider, cantando ao fundo em um álbum de língua sueca da banda lançado em 1982, e que rendeu ao Gyllene Tider seu primeiro prêmio Rockbjörnen na categoria Melhor Grupo Sueco.
Enquanto trabalha em seu primeiro disco solo (Het Vind), Marie continuava fazendo pequenas participações no álbum The Heartland Café, o primeiro do Gyllene Tider em língua inglesa. Segundo Gessle, esse trabalho foi feito em resposta ao interesse manifestado pela Capitol Records, uma gravadora norte-americana afiliada ao EMI Group, a gravadora do Gyllene Tider. Gessle já havia escrito uma canção em inglês, que apareceu num álbum de 1982 lançado por Anni-Frid Lyngstad, ex-integrante do grupo ABBA. Foi, de fato, uma adaptação de um poema deDorothy Parker. Escrever e gravar canções em inglês foi, para o Gyllene Tider, foi uma tentativa de chegar para o lucrativo mercado americano.The Heartland Café vendeu inexpressivas 45.000 cópias na Suécia. O recém-nomeado Roxette lançou apenas um single nos Estados Unidos, "Teaser Japanese", cujo vídeo chegou à MTV, mas não chegou se quer a ser exibido. Como os singles posteriores, saíram-se melhor, na Suécia, o Gyllene Tider iniciou uma breve turnê pelo país para divulgar o álbum. No entanto, "o álbum morreu depressa demais e uma carreira internacional morreu antes de sequer começar", escreveu Gessle. "Decidimos então por o Gyllene Tider para descansar ... por um tempo".Gessle gravou um disco solo em língua sueca, lançado em 1985 e trazendo novamente Marie cantando ao fundo, ao mesmo tempo em que Fredriksson gravou seu segundo disco solo e recebeu o prêmio Rockbjörnen como Melhor Artista Feminina Sueca de 1986. Após o aconselhamento mútuo de suas gravadoras, Per e Marie juntaram-se para gravar um single em inglês. "Neverending Love" foi lançado no final de 1986 sob o nome "Roxette" e alcançou o Top 10 sueco.

Compilações e álbuns solo

Após o lançamento de Room Service vieram um conjunto de compilações, The Ballad Hits, lançada no final de 2002 e The Pop Hits, no início de 2003. Cada conjunto continha um CD separado com material faixas raras. A canção "A Thing About You" foi lançado como a single de The Ballad Hits. O álbum foi lançado no Reino Unido em 14 de fevereiro de 2003 e chegou a ser o #11 mais vendido, tendo alcançado boas colocações na Alemanha e nos Países Baixos. O single "Opportunity Nox" foi lançado a partir de The Pop Hits em 2003.Entretanto, em setembro de 2002, após um desmaio, Marie Fredriksson foi diagnosticada com um tumor cerebral, que mais tarde foi removido com êxito em uma cirurgia. Foi durante a sua recuperação que ela escreveu e compilou canções para seu primeiro disco solo em língua inglesa, The Change, lançado em outubro de 2004. Inspirado pela sensação de mortalidade e realizado em parceria com seu marido, Mikael Bolyos, o álbum entrou no chart sueco em #1 e rapidamente ganhou status de Ouro pela IFPI. O primeiro single, "2nd Chance" , entrou no ranking de singles sueco #8 lugar.
Em junho de 2003, Gessle lançou seu primeiro álbum solo em língua sueca em 18 anos, intitulado Mazarin (Pôster). O álbum atingiu o #1 no ranking sueco de álbuns, tornou-se cinco vezes platina, e trouxe numerosos prêmios a Gessle. Uma das faixas, "På Promenad genom Staden" ( "Passeando pela Cidade") teve participação especial de Marie Fredriksson.
Em 2004, Gessle e o Gyllene Tider reuniram-se para comemorar o aniversário de 25 anos da banda, que incluiu o primeiro álbum da banda em 20 anos, Finn 5 fel!, e uma bem sucedida turnê na Suécia. Ao fim da turnê, quase meio milhão de fãs haviam assitido aos shows do grupo. Como resultado, eles foram homenageados com quatro prêmios na Suécia.
Em 2005, o grupo belga DHT remixou a canção "Listen to Your Heart" na versão trance. Originalmente lançada na Bélgica em 2003, as várias combinações da canção chegaram aos clubes norte-americanos no final de 2004. Em meados de 2005, a canção alcançou o Top 10 da Billboard Hot 100, e foi certificada com status de single de ouro pela RIAA em outubro.
Em 23 de novembro de 2005, Per Gessle lançou seu primeiro álbum solo em inglês em oito anos, intitulado Son of a Plumber (Filho de um Canalizador). Ele estava no meio de divulgação do álbum, quando, em 29 de novembrode 2005, compareceu com Marie Fredriksson ao Dorchester Hotel, em Londres, uma apresentação de prêmios pela Broadcast Music Incorporated (BMI). Gessle recebeu um prêmio por "It Must Have Been Love", que, até 2005, havia sido executada mais de 4 milhões de vezes nas rádios norte-americanas. A cerimônia marcou a primeira vez Fredriksson e Gessle apareceram juntos em público desde o aparecimento de tumor cerebral em Marie e posterior retirada em 2002. Quando perguntado por um repórter se haveria um retorno do Roxette, Gessle respondeu, "Nós não decidimos ainda. As portas não estão fechadas. ... Ainda somos jovens".
Marie regressou em 2006 com uma compilação de canções sueco intitulada Min bäste Vän (Minha Melhor Amiga). O single "Sommaräng" foi lançado em 17 de maio de 2006. Min bäste Vän é um álbum com canções dos anos 60 e 70 que marcaram a infância de Marie.
Em meados de 2006, a dupla lançou, para execuções em rádios a canção "The Rox Medley" para promover o lançamento comemorativo de seus 20 anos de carreira. O medley inclui seis hit singles: "The Look", "Joyride", "Listen to Your Heart", "Dangerous", "It Must Have Been Love" e "Fading Like a Flower (Every Time You Leave)". Lançada como b-side do single "One Wish" e disponibilizada para download no iTunes, atingiu #1 entre os downloads de músicas na Suécia.
O boxset The Rox Box / Roxette 86-06 foi lançado em 18 de outubro de 2006. Abrangendo mais de 4 CDs e DVD, que incluía dois novos singles, "One Wish" e "Reveal", The Rox Box foi lançado para comemorar o sucesso do Roxette na indústria musical. A capa do The Rox Box traz a frase "Hoje foi há vinte anos atrás...", referência ao fanatismo de Gessle pelos Beatles.
Uma nova coletânea musical, A Collection of Roxette Hits - Their 20 Greatest Songs! foi lançado ao mesmo tempo que o Rox Box. "One Wish" e "Reveal" também foram incluídos neste CD.
"One Wish" foi lançado internacionalmente no dia 6 de outubro. Foi a sua primeira canção nova em 4 anos e foi gravado em maio de 2006 especialmente para o Rox Box. Em 14 de fevereiro de 2007, o segundo single, "Reveal", foi lançado, não internacionalmente, mas "aqui e ali". Após rumores de que Per Gessle estava descontente com a versão do álbum "Reveal" uma "single version" foi criada e lançada às rádios.Em uma recente entrevista à rádio CKWV-FM "The Wave", de Vancouver, Canadá, Gessle partilhou seus sentimentos sobre trabalhar com Fredriksson novamente:
"Foi, de fato, maravilhoso, e emocionante, é claro... Mas chega um momento em que vamos para trás na onda. Eram as mesmas piadas, o mesmo... tudo foi como o mesmo. Portanto, embora tenha ido por hora, a sensação é como se o tempo ficou ainda um pouco parado... Não é como era antes, porque, você sabe, Marie é uma pessoa que mudou depois de tudo o que ela passou. Mas apesar de tudo, ela ainda canta muito bem e, você sabe, foi um prazer para poder gravar essas canções. Se você tivesse me perguntado 2 anos atrás, se isso acontecer, eu definitivamente nunca acreditaria que aconteceria. Estou muito contente com o que nós realmente pudemos fazer".
No final de 2008 Per Gessle lança um novo disco solo chamado Party Crasher, capitaneado pelo single "Silly Really". Logo em seguida, lançou-se em uma pequena turnê mundial iniciada em abril de 2009.
Também em 2008 O tablóide britânico "The Sun" divulgou uma lista com as 50 cantoras que nunca serão esquecidas na história da música com Marie Fredriksson ocupando a 16° posição.

O retorno

Durante alguns shows da turnê "Party Crasher", Marie Fredriksson surgiu como convidada (para alegria e surpresa da plateia) e interpretou antigos sucessos do Roxette como "The Look" e "It Must Have Been Love" (Per Gessle vinha tocando músicas da dupla nos shows desta turnê).
Depois de anos afastados dos palcos, em 2009 a dupla anuncia numa conferência de imprensa que vai se apresentar no festival “Night of The Proms”. Eles se apresentam por várias partes do mundo tocando seus quatro maiores sucessos, orquestrados: “The Look”, “Listen To Your Heart”, “It Must Have Been Love” e “Joyride”. Durante esse tempo, novas ideias e canções surgem e o Roxette decide gravar um novo trabalho.Logo no início de 2010, Per e Marie entram em estúdio e dão início ao processo de criação do novo álbum. Per Gessle revela em uma entrevista que eles estão trabalhando em 16 canções e que o resultado vem sendo matador. Sobre o estilo das canções, ele afirma que elas soam como um “Look Sharp” moderno, cheio de duetos como “Dangerous” e “Dressed For Success”. Em Agosto, eles tocaram “The Look” na cerimônia de casamento da Princesa da Suécia, Victoria.

Charm School e turnê mundial

Após uma série de shows incluindo Suécia, Dinamarca, Noruega e Rússia em 2010, que serviram como uma espécie de “teste” para uma possível turnê mundial em 2011, no final de outubro o Roxette anunciou que vai sair em turnê mundial novamente. No Press Release oficial, Per Gessle diz que a tour "é um grande milagre" e Marie se declara "ansiosa para rever seus fãs novamente".

Nenhum comentário:

Postar um comentário